Viu um destes escaravelhos? Estamos à procura da vaca-loura!


Viu um destes escaravelhos? Procuramos a vaca-loura!

Com as suas enormes pinças, o macho pode atingir oito centímetros. A fêmea é mais pequena. A sua dimensão pode variar entre 2,6 cm e 4,1 cm. A vaca-loura (Lucanus cervus) é assim o maior escaravelho que ocorre em Portugal, e um dos maiores da Europa, está protegido por leis comunitárias, uma vez que se encontra em declínio em toda a Europa.

Em Portugal, o maior número de avistamentos de vaca-loura acontece a noroeste, tendo avistamentos registados na zona de Braga. Esta é uma espécie fundamental no processo de decomposição de madeira morta, promovendo a formação de nutrientes fundamentais para a regeneração da floresta.

O Projecto VACALOURA.pt - A Rede de Embaixadores

O projecto de ciência cidadã - VACALOURA.pt é coordenado pela Associação Bioliving em parceria com a Unidade de Vida Selvagem do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, com a Sociedade Portuguesa de Entomologia e com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

O objetivo deste projeto é compilar e organizar a informação enviada pelos cidadãos sobre a distribuição e estado das populações da Vaca-loura e dos restantes escaravelhos da família Lucanidae em Portugal, de forma a averiguar o estado de conservação desta espécie na sua área de distribuição.

Desde 2016 que os esforços voluntários para melhorar o conhecimento e sensibilizar para a importância desta espécie têm crescido. Em 2019 surge a Rede de Embaixadores que tem vindo a crescer desde então e aumentado o impacto do projeto. O ano de 2020 demonstrou a importância destes embaixadores locais e o impacto desta rede. Mesmo num ano marcado pela pandemia, o projeto conquistou recordes quer de avistamentos das espécies abrangidas, quer de participantes nas atividades do projeto.


Em 2021 são agora 45 entidades e mais de 30 pessoas a título independente, com o principal objetivo de criar e fomentar pontes entre o projeto e as comunidades locais, divulgando o projeto, promovendo a monitorização de espécies a nível local e multiplicando ações de sensibilização ambiental.


O Planetário- Casa da Ciência Centro Ciência Viva de Braga integrou esta rede em 2020 com a mesma missão colaborando com o projeto através da monitorização da espécie e com o desenvolvimento de atividades dedicadas à espécie ao nível da população. Como pode ajudar?

Além de participar nas atividades, pode ainda fazer a diferença neste projeto, bastando para isso tirar uma fotografia ao escaravelho e fazer o registo na plataforma “BioDiversity4All”. Cada registo contribui para aumentar o conhecimento relativo a esta espécie e compreender o seu estado de conservação.


Siga o projeto nas redes sociais e acompanhe as descobertas sobre estes fantásticos insetos!



Posts Em Destaque