Centro Ciência Viva de Braga reabre a 1 de junho

Depois de um período de encerramento o Centro Ciência Viva de Braga, regressará à atividade presencial no próximo dia 1 de Junho, com os condicionalismos impostos pela atual crise sanitária. A direção preparou um conjunto de atividades, e de normas, com objetivo de que estejam asseguradas as condições de segurança e higiene que a situação recomenda. A participação nas atividades é sempre restrita a pequenos grupos e famílias.

Apesar de estar encerrado ao público desde 11 de Março, a equipa do Planetário - Casa da Ciência de Braga continuou sempre a trabalhar à distância lançando, nesse período, dezenas de experiências, atividades práticas e desafios científicos que foram muito bem recebidos por centenas de participantes ao longo dos meses de confinamento.

Agora, a partir de 1 de Junho a equipa do Centro Ciência Viva retoma o contacto presencial e preparou um conjunto de atividades científicas. As atividades passam por sessões “restritas” de Planetário, atividades de Laboratório e até, por exemplo, atividades de contacto direto com a natureza onde a ciência, a aprendizagem e a curiosidade estarão sempre presentes. Estão também previstos cursos, atividades à distância e visitas virtuais.

Os interessados poderão ter acesso à oferta através das redes sociais ou através da página internet do Centro Ciência Viva onde devem fazer a sua marcação obrigatória e conhecer em detalhe as regras de higiene e segurança impostas.

João Vieira, Diretor do Centro aproveitou o momento para referir “ que a abertura de todos os Centros Ciência Viva Nacionais, no Dia Mundial da Criança, é um momento muito simbólico. Obviamente que cada Centro tem características particulares e por isso a abertura, e também a oferta, será diferente em cada local.

Refira-se que uma das consequências, dos tempos que estamos a viver, foi o alargamento da perceção social sobre a importância da ciência. Com a reabertura do CCV queremos reforçar a importância do conhecimento científico no futuro das sociedades vindouras. As próximas gerações terão de formar cada vez mais cientistas e dar origem a uma sociedade mais informada e melhor preparada. Essa é, entre outras, a missão futura dos Centros Ciência Viva que agora recomeçamos”.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 por ORION - Sociedade Científica de Astronomia do Minho

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon