Selo Clean & Safe.png

Portugal foi, em 2019, pioneiro na criação e dinamização do “ Fim-de-semana da vaca-loura ”.

Em 2019 lançámos um desafio aos nossos embaixadores: criar um evento anual de sensibilização e de monitorização da vaca-loura em Portugal. Após muita discussão, acabámos por conseguir implementar um evento de sucesso, com 5 atividades distribuídas por 3 dias e 5 localidades, nas quais recebemos um total de 134 participantes e avistámos 31 vacas-louras! Um sucesso!


Em 2020 o Projeto VACALOURA.pt cresceu, tal como a sua rede de embaixadores, e consequentemente também o fim-de-semana da vaca-loura. Neste ano foi possível dinamizar 15 atividades em 13 localidades, e os resultados foram um sucesso nada esperado!


Este ano, entre os dias 28 e 30 de maio, temos 25 atividades programadas em 16 localidades, dinamizadas por diferentes monitores, mas todas com o intuito de dar a conhecer a vaca-loura e os seus habitats aos cidadãos portugueses.

Todas as atividades encontram-se agendadas para as 20h, com duração prevista de 2 horas. Exceto casos particulares identificados na ficha de INSCRIÇÃO.


Apesar de cada atividade ter o seu programa específico, de forma geral, as atividades incluirão um passeio interpretativo ao crepúsculo, em modo de replicação do protocolo de monitorização da vaca-loura, por forma a encontrar e monitorizar a espécie no respetivo local.

Regras de participação

Deverão ser respeitadas todas as regras de segurança e distanciamento social impostas pela DGS, incluindo a utilização de máscara durante a totalidade da atividade e respeito pelo distanciamento social entre participantes.


Material necessário à participação

Máscara de proteção individual

Álcool gel

Lanterna individual

Calçado e roupa confortável


Inscrição

Efetue aqui a sua INSCRIÇÃO.


Todos os eventos são gratuitos, mas limitados a 9 inscrições (havendo possibilidade de haver grupos alargados consoante o número de monitores disponíveis para cada atividade).

As vagas serão disponibilizadas por ordem de inscrição e deverão ser efetuadas individualmente para cada pessoa interessada.

Idade mínima – 8 anos.

A validação da inscrição será efetuada até 48h antes de cada atividade, onde serão indicados mais pormenores detalhados sobre o ponto de encontro da atividade.

Nem todos os fluídos se comportam da mesma forma... Como é o caso desta massa! Mas afinal porque é que a massa maluca é... maluca?!


O #ciênciaemcasa desafia as famílias a realizarem experiências científicas em casa e a partilharem nas redes sociais. O Planetário - Casa da Ciência de Braga Centro Ciência Viva mostra quais os materiais necessários e como se procede à experiência através de vídeos simples, curtos e muito divertidos!

Assista ao vídeo e veja como pode fazer a experiência em casa. Depois de realizada, partilhe as suas fotografias e vídeos da experiência nas redes sociais Facebook e Instagram, utilize a etiqueta #ciênciaemcasa e identifique o Centro Ciência Viva de Braga.

Link da página do Centro do Facebook:

facebook.com/planetariocasadacienciadebraga/


Link da página do Centro no Instagram:

instagram.com/planetariocasadacienciadebraga/


Boas experiências!






O Centro Ciência Viva de Braga assinala o Dia da Abelha (20 de maio) com dois workshop's de família e junta-se nas ações da 2ª Campanha Polinizadores de Portugal.


Os polinizadores são seres vivos muito importantes para o mundo em que vivemos e desempenham processos e serviços essenciais para o nosso dia-a-dia. Por exemplo, estima-se que cerca de 80% das plantas cultivadas dependem dos polinizadores!

Do grupo dos polinizadores fazem parte vários animais, mas a maior parte destes pertencem ao grupo dos insetos. Neste, destacamos as abelhas. Este inseto, nativo da Europa, Ásia Ocidental e África, é um polinizador muito importante. Sem elas, muitas espécies de plantas simplesmente não existiriam, por não se conseguirem fertilizar independentemente. Para além disso, o trabalho desempenhado pelas abelhas têm o valor estimado de cerca de mil milhões de dólares (valores EUA) sendo essenciais para a agricultura. Também beneficiamos com outros produtos produzidos pelas abelhas, como: cera, pólen, própolis e geleia real. Estes produtos têm muitas aplicações e são até utilizados, por exemplo, em medicamentos e na cosmética.


Quer saber mais? Participe no workshop "As abelhas e o mel"


O workshop é direcionado a famílias e conta com a presença de um apicultor que se faz acompanhar com uma colmeia de vidro (que permite ver as abelhas dentro!) e de vários produtos biológicos.

O workshop conta com uma parte teórica que explica a vida e importância das abelhas e uma parte prática sobre a organização da colmeia e o fabrico de produtos relacionados com o mel. No fim, os participantes poderão ainda comprar produtos biológicos.

Pode inscrever-se com a sua família nas datas:

- 21 de maio às 17.30h;

- 22 de maio às 10.30h.


A participação tem inscrição obrigatória e custos associados. Para inscrever a sua família deve enviar email para o geral@casacienciabraga.org ou telefonar para 253 695 236.

O workshop tem lotação limitada e todas as medidas de segurança têm de ser cumpridas. Saiba mais aqui.


O projeto Polinizadores de Portugal


O projeto Polinizadores de Portugal lança a 2ª Campanha Polinizadores de Portugal entre os dias 15 e 23 de maio de 2021. Este projeto de ciência-cidadã pretende conhecer melhor a distribuição de espécies, assim como a sua abundância e períodos que visitam as flores, envolvendo os cidadãos. Estas observações e, consequente registos numa plataforma, contribuem para aumentar o conhecimento da entomofauna de Portugal. São tarefas simples mas muito importantes para os cientistas e investigadores e para a elaboração da primeira Lista Vermelha dos Invertebrados de Portugal.


Os resultados deste projeto têm sido muito positivos:

Os resultados estão a ser extraordinários e apesar de haver diferenças na cobertura do território nacional, existem já imensos dados para todo o país, quer no continente quer nas ilhas. Foram já mais de 2000 os observadores que realizaram mais de 40000 registos. Em 2021 contamos já com mais de 12000 registos, um número que cresce a cada dia. (in CIBIO - Polinizadores de Portugal).


O envolvimento de todos é essencial e é muito simples!


Como funciona? Cada participante poderá registar fotograficamente todos os invertebrados que encontrar na sua varanda, jardim ou quintal, focando a sua procura especificamente em animais que estejam em flores. Depois, terá que fazer o upload das imagens no site BioDiversity4All, identificando o animal até ao nível taxonómico que conseguir. A comunidade de utilizadores do site iNaturalist validará esta informação e realizará, quando necessário, uma identificação mais detalhada das espécies fotografadas.

Porquê reunir informação sobre os Polinizadores de Portugal? Como já indicado, o conhecimento sobre estes animais em Portugal é ainda reduzido, existindo áreas geográficas com um número muito reduzido de registos. Mesmo nos casos de espécies consideradas comuns e amplamente distribuídas, os dados existentes não refletem, muitas vezes, essa distribuição generalizada. O presente projeto visa, assim, contribuir para um aumento do conhecimento sobre a diversidade e distribuição dos polinizadores em Portugal e sensibilizar público em geral para a importância deste grupo de animais.



Posts Recentes